24 de fev de 2011

Transe

Somos seres simbólicos.
Designamos símbolos para expressar sentidos e sentires.
Substantivos, verbos transitivos diretos, singulares, plurais, em todos seus tempos e espaços.
Preteridos, nós?
Pretensiosos, talvez.
Nos confundimos, as vezes.
Nas palavras, símbolos, sinais.
Confusão, substancial.
Seria estado intransitivo?
Dá não.
Decido que transgride, transmuta, direta e indiretamente.
O tempo é que ainda substancia.
E os verbos, até quando se substantivarão?
Espera.
Só o quanto pode, pra não intransigir
e entristecer.

Nenhum comentário: