25 de dez de 2009

Quando os olhos dizem o que o jeito não traduz

Eu tinha um professor que cotumava sorrir com os olhos
Eu gosto dessa expressão, sorrir com os olhos
É bastante expressiva
Eles são...
Alguém já disse que são o espelho da alma
Eu acho que desta, são a nudez. O nosso forte, fraco.
Frágil fortaleza.

"Um homem precisa viajar"
Estava escrito num livro do Amir Klink.
No meu caminho de olhos estive em alguns que acariciam, muitos que silenciam, outros muitos que amam.
Me sinto bem com aqueles que  brilham.
O olhar tem muito mais de vida que de cultura.
Tem mais de gente.
Tem mais da gente.
Engana muito pouco, na contrapartida do jeito.

O taxista assaltante do Rio não me deixou ver seus olhos
E existia um aroma doce de ternura nos olhares que encontrei no caminho do meu dia. 
25 ciclos, 21 dias, 20 kilômetros a versar com o horizonte dos meus pés.
Uma alegria doce a compartilhar, em bonecos de gelo e aconchego de fósforos de aniversário.
Olhares especiais que encontramos pelo caminho.

A montanha também me olhou, olhou por mim e me abrigou a menos dez.
Dez segundos de alívio ao tanger o infinito da torre onde meus olhos riem,
e me transportam a 7 mil kilômetros mais perto de casa
Eu digo pro Amir que uma mulher também precisa viajar
Tanto quanto precisa estar em casa.

A Estrela aos meus pés

2 comentários:

betucury disse...

Mulheres e homens põe-se a hiajar de forma constante nos olhos e nos pés, posto que a viagem nos permite calçar os chinelos de casa e os pés de alados do infinitivo. O nosso jeito diferencia os caminhos, porém não diferencia a estrada. Lembramos que a vida não leva ninguém se for piso por onde solavancam nossos pés porquezísticos. E assim ela é, já que a nossa casa levamos conosco a se avizinhar com a casa dos outros. Adoro a placa em forma de estrela que há na varanda da sua casa, em sagitário. E admiro também a minha placa postada na parede teimosa e rígida da minha,labiríntica, minoTaurus

anacarolbio disse...

Pois...

Gostei do que li aqui, Mi, e confesso que lágrimas me vieram aos olhos em mais de uma passagem. Por lembrar do que é estar em terras distantes, e por otras cositas más...

Espero que você julgue ter tomado a decisão certa.

Estou por aqui.

Grande beijo, e ventos quentes from Brazil pra você.