14 de jan de 2011

Por inteiro

O dobro da minha idade é um número inteiro cujo 2 mora na companhia do 5 e, se chegar bem perto, pode formar com ele o ápice de um símbolo bonito.
No ano passado o meu dobro era uma certeza exata, 2 números que juntos formavam uma companhia redonda, também inteira.
Percebi que entre os meus 2 dobros, o passado e o presente, se esconde um numeral ainda sem par, o 5 e uma companhia solitária.
Me pergunto onde se encontra sua metade e percebo que ela não é inteira, mas uma fração, uma entrelinha entre as metades dos meus 2 dobros, que por mim já passou.
Como não sou mulher de metades, resta-me esperar que a solidão do 5 dê lugar ao duplo sentido do meu dobro atual, inteiro, que eu anseio me esperar no 2.

Um comentário:

betucury disse...

Com menta o comentário refresca